• Home
Sexta, 13 Janeiro 2017 17:36

Mostra - Diálogos Ausentes no Itaú Cultural: 10 de dezembro de 2016 a domingo 29 de janeiro de 2017.

Avalie este item
(0 votos)

Entre os dias 10 de dezembro de 2016 e 29 de janeiro de 2017, o Itaú Cultural apresenta a exposição Diálogos Ausentes, que reúne trabalhos realizados por artistas negros ligados aos campos das artes visuais, do teatro e do cinema brasileiros. Com curadoria de Diane Lima e Rosana Paulino, a mostra conta com obras assinadas por 15 dos criadores e dos grupos que participaram dos debates promovidos pela série de encontros homônima ao longo de 2016, também na sede do instituto, em São Paulo/SP. 

Diálogos Ausentes – tanto a série quanto esta exposição – surgiu em decorrência de um episódio que, em maio de 2015, impeliu o Itaú Cultural a dar mais atenção aos efeitos de uma mazela estrutural da sociedade brasileira: o racismo. Incluída na programação teatral que o instituto havia elaborado para aquele mês, a peça A Mulher do Trem, da companhia paulista Os Fofos Encenam, gerou uma onda de protestos nas redes sociais por adotar o uso da blackface – maquiagem da qual atores brancos lançam mão para interpretar, de forma caricata, personagens afrodescendentes. Diante da questão, o Itaú Cultural decidiu substituir a exibição do espetáculo por um debate sobre a representação do negro na arte – e, em seguida, criou o seu Comitê de Questões Raciais.

Formado por integrantes de diversas áreas do instituto, esse comitê se organiza em grupos de trabalho empenhados em desenvolver iniciativas – voltadas tanto para os funcionários quanto para o público externo do Itaú Cultural – de combate ao racismo estrutural. Diálogos Ausentes foi uma dessas iniciativas.

De acordo com as curadoras, a exposição “opera como uma contranarrativa às representações estereotipadas da população afrodescendente”. Com pinturas, instalações, ensaios fotográficos, curtas-metragens e registros de performances e de espetáculos teatrais, a mostra – ainda segundo Diane e Rosana – “apresenta não apenas uma cara, mas algumas das múltiplas faces do ser negro brasileiro”.

Confira os textos em que as curadoras comentam as obras selecionadas para a mostra:

>> “Diálogos Ausentes e a Curadoria como Ferramenta de Invisibilização das Práticas Artísticas Contemporâneas Afro-Brasileiras”, por Diane Lima

>> “Diálogos Ausentes, Vozes Presentes”, por Rosana Paulino

Participam da exposição os artistas/grupos Aline Motta, André Novais Oliveira, Ângelo Flávio, Capulanas Cia. de Arte Negra, Dalton Paula, Eneida Sanches, Fernanda Júlia, Juliana Vicente, Larissa Fulana de Tal, NEGR.A – Coletivo Negras Autoras, Renata Felinto, Sérgio Adriano, Sidney Amaral, Viviane Ferreira e Yasmin Thayná.

>> Em artigo originalmente publicado na revista O Menelick 2º Ato, Fabiana Lopes – curadora independente que atua entre São Paulo e Nova York, tendo como foco a produção artística contemporânea da América Latina – analisa a inserção de obras assinadas por artistas negros em museus, centros culturais, galerias e coleções particulares do Brasil e de outros países.

Diálogos Ausentes | Mostra
sábado 10 de dezembro de 2016 a domingo 29 de janeiro de 2017
terça a sexta 9h às 20h [permanência até as 20h30]
sábado, domingo e feriado 11h às 20h
piso -1 

Entrada gratuita

[classificação indicativa: 14 anos]

Itaú Cultural
Avenida Paulista 149 São Paulo SP CEP: 01311 000 [Estação Brigadeiro do metrô]
Contatos e Informações Extras
fone 11 2168 1777 fax 11 2168 1775 

Fonte: http://www.itaucultural.org.br/programe-se/agenda/evento/dialogos-ausentes-mostra/

Ler 155 vezes Última modificação em Sexta, 13 Janeiro 2017 18:00